27 julho 2018

TEXTO | sobre demi lovato, autoestima e empatia.

Foto: Demi Lovato em Skyscraper
quem acompanha o blog há bastante tempo sabe que eu sou fã da demi lovato, sabe que eu já fiz loucuras pra ouvir a voz dessa mulher ao vivo, sabe que as músicas dela já me ajudaram em momentos difíceis e sabe que esse amor não é recente: quase 10 anos, pra ser mais exata. foi por isso que quando eu ouvi as notícias da internação da cantora, o meu coração despedaçou em milhares de pedacinhos. 

a demi teve vários problemas: depressão, ansiedade, bipolaridade, vício em drogas lícitas e ilícitas e transtornos alimentares, e a verdade é que uma pessoa assim nunca está curada. cada dia é uma batalha diferente, existem muitos gatilhos e se controlar perante a eles não é e nunca vai ser fácil. a demi se manteve forte por muito tempo e por um momento ela caiu. acontece, ela é humana, mas ela vai levantar de novo, não tenho dúvidas disso. mas o buraco aqui nesse texto é bem mais embaixo. eu lembro que lá nos meus 12 anos, quando vi a demi ir pra reabilitação pela primeira vez, eu me perguntava como que uma pessoa tão linda, rica, famosa, tão cheia de tudo o que todo mundo sonha em ter poderia se sentir tão mal por dentro, e na minha cabeça não fazia sentido, sabe? mas a questão é que essas complicações não apareceram do nada. não é como se ela tivesse nascido destinada a ter problemas psicológicos. tudo isso começou na infância, tudo isso começou com o bullying.

todo mundo sabe que o grande gatilho da demi foi o bullying escolar e, com a fama desde cedo, o bullying e a pressão vindo dos internautas. esse assunto tão batido, que a gente fala e fala o tempo inteiro. a gente compartilha imagens bonitinhas sobre empatia, fala que 13 reasons why é importantíssima porque nos faz refletir sobre os porquês, a gente fala sobre autoestima o tempo inteiro, sobre se amar do jeitinho que veio ao mundo. mas e aí? por que é então que parece que ninguém aprende nada com isso?


é fato que empatia e autoestima são duas palavrinhas que se conectam porque, querendo ou não, os nossos comentários fazem diferença na vida das pessoas e isso bate diretamente na autoestima, que controla indiretamente a nossa confiança e pode embaralhar todo o nosso interior. é por isso que não faz sentido pôr a culpa em quem está doente, porque, no fundo, foi a sociedade quem os fez assim, sociedade essa que é toxica e que é, pasmem: composta por nós. e é aí que a gente descobre que não tem como controlar como o outro vai agir ao ouvir as nossas palavras, mas que ao mesmo tempo, somos 100% responsáveis pelo o que e como a gente fala, por isso use os seus comentários para empoderar e se não tiver nada bom pra dizer, cale-se. a gente fala muita merda, cara. muita coisa ruim disfarçada de brincadeira, muita "brincadeira" que não liga pra como o outro se sente. a gente aprende que tá tudo bem ser tóxico, que é engraçado. mas não, não é. 

e é aquilo: o que temos feito pra mudar essa onda de ódio tão presente nas nossas vidas? você conversa com os seus amigos que diminuem os outros, ás vezes até sem querer? você policia os seus julgamentos, tenta olhar o contexto do próximo, tenta ter mais empatia? você que convive com crianças, ensina a elas que todo mundo merece alegria, que elas devem ser gentis? eu pergunto: o que você tem feito para ir contra a corrente que humilha, machuca e destrói o próximo?  eu me pergunto: o que eu tenho feito para ir contra a corrente?

o amor é maior do que a pressão para sermos perfeitos: é essa a lição que a demi nos passa, é essa a lição que ela tem tentado nos passar durante todos esses anos. vamos fazer desse acontecimento uma corrente de amor: procure uma pessoa a qual você admira nesse exato momento e a elogie. ocupe o seu tempo espalhando elogios, distribuindo coisas boas, policiando a sua vontade de julgar e tentando passar o aprendizado às pessoas que estão ao seu redor. seja amor. esse é o único antídoto para curar uma geração que está doente de ódio. 


oi gente! espero que tenham gostado da reflexão de hoje e, se gostaram, me digam aí embaixo o que vocês têm feito pra ir contra a corrente de negatividade que a gente tem visto tanto por aí. vamos encher os comentários de boas vibrações! um beijão e até o próximo post ♡

LEIA TAMBÉM:
Me acompanhe também nas redes sociais:

101 comentários:

  1. É aquela coisa né: fácil falar, difícil fazer. Eu vejo milhares de pessoas que nas redes sociais são puro amor e empatia, já na vida real... Eu acho que o que falta é justamente a conscientização sobre nosso comportamento na vida real, como tratamos as pessoas ao nosso redor. Não é nada fácil não julgar o outro, mas só de não falar para aquela pessoa algo que vá ofende-la, já é um grande começo, espero que a Demi se recupere logo!

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito verdade isso, Cássia. É como eu disse ali no meio: muita gente compartilhando coisa sobre empatia, pouquíssima gente realmente a praticando. Mas é aquilo, a gente tenta, né? Quando vê, de tanto falar e ler sobre, alguém acaba se conscientizando.

      Excluir
  2. Oi, Gabs! Seguindo seu blog. Muito bom o post. Bullying escolar ou em qualquer parte de nossa vida (principalmente na adolescência) é uma desgraça! Acaba deixando sequelas. Mas sabe? É aí que temos que extrair o nosso melhor para vencer tudo isso. Não é fácil, mas a gente consegue. Parece clichê dizer isso, mas falo por experiência própria.

    O Planeta Alternativo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Walter! Mas sabe, é aquilo de todo mundo reagir de uma maneira diferente e tal, é uma pena mas nem todo mundo sabe que tem essa força pra se reerguer. Ela tá lá, claro, mas o difícil é encontra a danada, né? haha

      Excluir
  3. Oi!
    Muito bom o texto!
    Realmente nós temos que pensar muito antes de falar algo, porque isso pode incentivar as pessoas a fazerem o mesmo e virar um marco na vida da pessoa. Sofria tb na escola, me xingavam e eu me lembro ficar correndo atras pra bater mas como eu era gordinha nunca alcançava ninguem que era pior ainda. Eu penso muito sabe, antes de falar, pq sei que tem coisas que machucam muito uma pessoa.
    Beijocas
    http://momentosdemodaebeleza.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Incrível como a gente nunca esquece essas coisas, né? Por isso a gente precisa da empatia pra ontem!

      Excluir
  4. As vezes por mais simples que uma palavra seja causa algo tão grande no outro,a gente só se toca quando sentimos na pele :(

    Conheça meu blog :) | Meu perfil no instagram

    ResponderExcluir
  5. Oi Gabs,
    Amei a ideia do seu texto. Admiro a carreira da Demi, uma ótima cantora, voz super poderosa. Mas, não sou fãzona assim que nem você. Fiquei muito triste pelo que aconteceu, ela é super nova e amada. E hoje mesmo eu estava recordando minha época na quinta série, foi quando meu corpo começou a mudar - é foi quando conheci a minha amiga vermelha haha - e muita espinha...do jeito vulcânico. Muito bullying, eu chorava praticamente todo dia. Eu sempre fui uma criança bem feliz e foi nessa época que meu emocional mudou bastante. A raiva tomou a frente de tudo.
    Pior coisa é seu corpo ser o seu trigger. Eu torço muito pra que ela fique bem. ♥

    bjs
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Pior coisa é seu corpo ser o seu trigger" SIIIM, nossa! E piadinhas como essas marcam a nossa vida de um jeito muito louco, né? Nosso emocional fica todo abalado :(

      Excluir
  6. Amei a reflexão, eu já passei por uma situação de bullying no colégio por conta do meu cabelo que era cacheado (Faço alisamento até hoje por isso) Isso me traz uns certos "traumas" até hoje, mesmo que eu não me importe com os julgamentos... As pessoas realmente precisam botar a mão na consciência e ter empatia, não é tão difícil e faz muito bem pra gente, Arrasou com o texto!!!
    Beijosss

    http://www.opsquerida.com.br/
    https://www.instagram.com/siteopsquerida/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As sequelas que o bullying traz pras nossas vidas são muito sérias, né? É bizarro!

      Excluir
  7. Também sou dã da Demi e estou aqui na torcida para sua recuperação.
    Fiquei muito mal com alguns comentários preconceituosos que surgiram. Dependência química não escolhe classe social, popularidade nem nada disso. Amei a reflexão =D

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também fiquei, Clayci! Problemas psicológicos e vícios podem aparecer em todo mundo, é importante a gente ter noção disso, né?

      Excluir
  8. Eu sempre me policio para não dizer ou fazer algo que vá prejudicar o outro.
    Se todo mundo seguisse o "não faço ao outro o que você não gostaria para si mesmo" o mundo seria com certeza um lugar bem melhor.

    Abraço e ótimo final de semana
    http://mylife-rapha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Mandou muito bem no post. Devemos ter mais empatia e alteridade com o próximo. Só sabe o que são essas coisas que a Demi passa, quem vivencia. Recentemente eu tive uma crise depressiva, mas graças a Deus que passou. Contei com Deus, familiares e amigos. E quem não pode contar e se suicida? Muito triste isso. Por isso é importante o apoio e empatia.
    Bom final de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Estamos em Hiatus de Inverno e retornaremos dia 09 de agosto, mas não deixaremos de acompanhar seu blog.

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! O apoio e empatia são extremamente importantes pra recuperação

      Excluir
  10. Eu fiquei tão triste, quando eu vi a notícia na tv o que eu mais queria era ser amiga da Demi para ficar lá perto dela. Realmente a vida é uma batalha diária, em que a cada minuto temos que decidir fazer o certo, mas as vezes a gente erra... Só ela e Deus sabe oq ela está sentindo. Eu só oro a Deus para que ela se recupere.
    Charme-se

    ResponderExcluir
  11. ''Seja amor. esse é o único antídoto para curar uma geração que está doente de ódio.''
    É o que todo mundo deveria ouvir e seguir. Ser amor, dar amor, e não ódio. Ninguém precisa de mais ódio, o mundo já está repleto dele e não queremos mais um caso desses.

    Fiquei tão triste de sair do ocorrido com a Demi. É bem estranho mesmo, uma pessoa que tem tudo, que pode ir onde quiser, que pode comprar o que quiser. Mas dinheiro e fama não é nada e nem nunca vai ser. Li que ela tinha ficado anos sóbria e que a música Sober é um pedido de desculpa. Aquela música me deixou bem triste. Que ela possa ficar bem logo. Ela merece, depois de tudo que já passou.

    Beijos ♥
    Boas de Papo

    Instagram Boas de Papo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sober é de partir o coração, né? Foi não só um pedido de desculpa, mas também um grito por ajuda... De qualquer jeito, vamos ficar torcendo por ela <3

      Excluir
  12. Oi Gabi, adorei o texto! Fiquei bem chocada com a história da Demi e triste por ela ter que ir pra rehab pela segunda vez. A pressão sobre os famosos é bem alta, ainda mais pra quem começa a aparecer na TV desde cedo. É impossível pensar em como ela se sente, sendo que isso já vem há muitos anos caindo sobre ela. Uma hora a coisa toda explode. Espero que ela fique bem logo! Acho que o pessoal da internet TEM QUE se colocar no lugar do outro, e nunca a palavra empatia foi tão importante. As pessoas se escondem atrás do computador e saem despejando negatividade por aí. Falta aquela mãozinha amiga na consciência.

    Bom domingo!
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, a gente acha que a fama é tudo de bom, mas na verdade deve ser horrível, né? O tanto de pressão e cobrança em cima... Exato, nunca a palavra empatia foi tão importante!

      Excluir
  13. Eu lembro que eu estava voltando de um dia de fotos e recebi a notícia da internação dela enquanto eu estava no Uber. Fiquei sem chão. Estava conversando com o motorista do Uber e na mesma hora só comecei a responder "aham, concordo" enquanto buscava as informações pra saber como ela estava. E eu concordo totalmente com o que você escreveu. É triste ver que uma pessoa tão linda como a Demi - e digo linda nos dois sentidos, internamente e externamente - tenha que ser vitima da sociedade. "use os seus comentários para empoderar e se não tiver nada bom pra dizer, cale-se" SIIIIM, SIM E SIM! É exatamente isso. Eu, sempre que tenho a oportunidade, elogio as pessoas. Porque isso faz tão bem, sabe? Se eu me sinto bem quando me falam coisas boas e eu sei como é se sentir bem quando recebo isso, porque não posso dar o mesmo né? Enfim, adorei o post! Disse tudo!
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, Thami! Elogios podem mudar o dia de alguém, né? Ás vezes é tudo que a pessoa tá precisando ouvir

      Excluir
  14. Amei o texto, nossa fiquei os últimos dias inteiro pensando na Demi e mandando forças. Desde que lançou Sober deu pra perceber que ela estava pedindo ajuda e eu fiquei muito triste em ver comentários horríveis em portais de notícias de pessoas que nem conhecem a pessoa que ela é.
    Devemos dar amor e compreensão a todos.
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, sim! Desde Sober já dava pra ver no que ia dar :(

      Excluir
  15. Oiee Gabi
    amei muito o seu texto e suas palavras são muito verdadeiras e me causaram um grande impacto. Eu nunca fui fã da Dami, mas tenho conhecimento já há alguns anos das coisas que ela já passou. Torço para que ela saia dessa, assim como outras cantoras (Britney Spears, Whitney Houston entre outras) já passaram por essa fase horrível e muitas se recuperaram.
    beijão
    Karina Pinheiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Whitney era tão maravilhosa, merecia ter vencido também... mas é aquilo, né? Vamos ficar torcendo pra que a Demi passe por essa fase como a Britney conseguiu! <3

      Excluir
  16. Oi Gabs, tudo bem?
    Linda reflexão! Fiquei com muita pena da Demi quando soube da notícia e, quando li a tradução de Sober, fiquei muuuuito triste.
    É foda porque, de fato, quem causa tudo isso somos nós, pessoas comuns. Às vezes a gente nem se dá conta sobre como comentários """inocentes""" podem ser tóxicos. É nosso dever repensar e desconstruir isso todo dia.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  17. Hoje em dia não me considero mais fã da Demi, mas durante minha pré-adolescência fui muito apaixonada por ela e pelos cantores/atores daquela geração da Disney. Na época em que ela foi pra rehab, ainda era fã e acompanhei tudo bem "de perto", então quando a notícia da overdose saiu realmente fiquei muito triste. É muito fácil julgar sem saber de tudo que já aconteceu com ela, né? Realmente acho que ela deveria passar um tempo com ela mesma, sem estar na mira na mídia, é um mercado muito cruel e que infelizmente, vem lucrando em cima da situação dela :/

    Limonada (antigo Novembro Inconstante)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Tati! Eu preferia mil vezes que ela deixasse de vir pro Brasil e fosse pra rehab de novo, mas o mundo da música infelizmente é muito cruel

      Excluir
  18. Oi, Gabs!
    Eu sempre achei que a fama da Demi era um dos fatores que mais contribuíam para seus problemas. Toda a pressão da mídia e da sociedade... é uma barra mesmo. Espero que ela se recupere logo.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  19. Oi Gabi, por um tempo acompanhei um pouco a carreira da Demi, não me tornei fã mas admiro muito o trabalho e as conquistas que ela teve ao longo da vida. Elá já passou por muitas coisas, que para um ser humano normal é difícil de suportar até chegar um momento em que a pessoa acaba caindo mas sabemos que a vitoria é certa e esperamos que logo ela fique bem.
    Beijos boa semana
    http://bellapagina.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Lê! Ela já venceu uma vez e vai vencer de novo <3

      Excluir
  20. Eu acompanho a Demi desde a época que ela surgiu na Disney, quando eu era pré-adolescente, e continuo até hoje. A história dela me impacta bastante porque eu também sofri bullying quando pequena, o que acabou engatilhando para vários problemas depois, durante a adolescência, que foi uma fase muito complicada pra mim. As músicas dela me deram força (Fix A Heart é até hoje uma das minhas favoritas), Skyscraper também. Atualmente eu lido com transtorno de ansiedade, e não é fácil, sabe? Antes do meu tratamento eu vivia num mundo completamente cinza. A minha doença me ensinou a lição de SEMPRE ser gentil com as pessoas. Sempre. É um hábito que eu aprendi e nunca mais larguei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu imagino, Ana! É muito louco como ações feitas e palavras ditas na infância/adolescência podem impactar na nossa vida adulta. Ser gentil é o mínimo, precisamos olhar pro outro com mais amor e gentileza pra ontem, né? É urgente!

      Excluir
  21. Esqueci de colocar o link do blog: http://elasdisseram.com

    ResponderExcluir
  22. Gabs, confesso que não tinha ficado sabendo da internação dela até ler esse post (a desatualizada), mas concordo com cada palavra sua.
    Acho que todo mundo deveria ter mais empatia com as outras pessoas, pois esse "ódio" que nos cerca, não nos leva a lugar algum.

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  23. Você e seus textos incríveis!!
    É muito louco o que as palavras de alguém podem fazer com uma pessoa.
    Nós nunca sabemos como o outro vai reagir. Cada um lida com as situações de maneira diferentes, por isso é muito importante saber como lidarmos com as pessoas. Temos que escolher ser gentil sempre, é bem aquilo do filme Extraordinário "seja gentil sempre, porque cada um esta travando uma batalha", batalha muitas vezes silenciosa. Por isso é importante aprestar atenção nos nossos amigos e familiares, muitas vezes a gente fala merda, magoa a pessoa, mas ela não demonstra e depois acontece algo maior e pior e que poderia ter sido evitado com muitas vezes um pedido de desculpas, um abraço. É foda.
    Enfim, ótima reflexão.

    https://heyimwiththeband.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiim, eu AMO essa frase, amo esse livro/filme, amo as lições que a gente pode tirar dele. Disse tudo, Val!

      Excluir
  24. É realmente devastador ver o que o bullying pode fazer à vida de uma pessoa. Nós vivemos demasiado concentrados no que os outros dizem e acham de nós. Infelizmente, não é fácil ultrapassar tudo isso.
    Só espero que a Demi e todos os outros que estão em situações parecidas com a dela consigam recuperar um pouco e não deixar que a vida os leve.
    Infelizmente, cada vez mais vejo crianças duras e frias em todo o lado.

    www.esmeralda.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esperamos que todos que estão nessa situação consigam se reerguer <3

      Excluir
  25. Eu também fiquei muito chocada quando eu vi a notícia, porque ela parecia estar muito bem (pelo menos fisicamente). As vezes as coisas mais simples de serem feitas, não são por causa da cultura, do hábito criado naquela pessoa de fazer o mal, minha mãe sempre dizia que as pessoas só dão aquilo que tem.

    Blog Covil Dourado | Facebook

    ResponderExcluir
  26. Oi
    Por vezes não sabemos lidar com a fama. E diga-se a verdade há gente por aí muito mal intencionada e invejosa que não tem vida própria e fica descarregando seu ódio e frustrações nos outros. É muito importante cuidarmos da nossa autoestima e sermos mais fortes que todas essas energias negativas e percebermos que nós estamos no lugar que os que nos mal tratam gostariam de estar.
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
  27. Oi Gabi! quando vi a noticia da Demi fiquei até assustada.
    Deve ser muito difícil lidar com a fama de alguma forma;
    Eu assisti um dia um documentário da Lady Gaga que mostrou a pressão em cima da cantora, dos momentos de tristeza, alegria e até depressão.
    Não deve ser fácil ser um ícone da musica, ser famoso e lidar com toda a critica.
    Só espero que a Demi se recupere.

    Amanda
    www.depoisderoma,blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É só assistir qualquer documentário de artistas que a gente vê que não é fácil, né? Esse da Gaga eu ainda não assisti, mas pretendo!

      Excluir
  28. Bom a gente não sabe de nada da vida dos outros, não podemos julgar.

    http://www.blogsecretplace.com/

    ResponderExcluir
  29. Vamos esperar que ela supere tudo isso!

    https://clebereldridge.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. Gabs, Concordo com cada palavra sua. Acho que todo mundo deveria ter mais empatia umas com as outras pessoas, pois esse "ódio" que nos cerca, não nos leva a lugar algum.
    Beijos

    https://glamour-02.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  31. Vou digitar esse post com os pés, pois com as mãos estão aplaudindo a reflexão que acabei de ler. Seu texto é um tapa na cara da sociedade, vulgo nós.
    Também gosto bastante da Demi e me identifico com ela (tirando a fama e o dinheiro), a anos eu sofro de ansiedade e houve uma época muito louca da minha vida em que eu me auto mutilava e fazia tantas outras coisas horríveis que prefiro não comentar. Eu sei como ela se sente, e mesmo com recaídas, a Demi ainda é um exemplo pra mim.
    Espero sinceramente que ela consiga se recuperar e que nós possamos ser pessoas cada vez melhores.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "(tirando a fama e o dinheiro)" HAHAHAH simmmm. Poxa, Leslie, que triste saber disso, mas que bom que tu passou por isso e agora é mais forte ainda, né? Esperamos que a demi consiga se recuperar também <3

      Excluir
  32. Gosto bastante da Demi Levato pela sua frontalidade. Não tem papas na lingua e fala sobre tudo, sem qualquer tipo de preconceitos e medos. Fantástico texto da tua parte!

    https://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  33. Oi Gabs!

    Olha...primeiro, parabéns pela reflexão e texto. Segundo, eu descobri recentemente que fiz bullying com uma menina na escola, só que eu gostava muito dela, e me lembro de defender ela de outros...não consigo lembrar de ter feito mal a ela. Pior de tudo é quando agimos mal com outra pessoa e não percebemos.

    Pedi desculpas por isso, e me senti mal.

    Enfim...precisamos mesmo orientar nossa conduta perante aos outros e concordo que a empatia tem que estar muito presente para essa conexão.

    :*
    In.Material
    @in_material

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, é muito bom ver o outro lado, né? Acho que todos nós já estivemos dos dois lados da coisa e cabe a nós termos atitudes assim como a tua de pedir desculpas e se arrepender de verdade.

      Excluir
  34. que texto super bacana, eu que tbm ja passei por muito bullying na vida sei como é essa sensação de desmerecimento;a gente precisa desenvolver mesmo muito amor proprio pra superar, se amar mais a cada dia...

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  35. ¡Hello!
    Beautiful photos. Great post.
    I'm your new follower. Follow for follow?
    Aprovecha La Vida Cada Día
    ¡Kiss!

    ResponderExcluir
  36. acho que todo mundo que passou por situações parecidas na infância fica com isso na cabeça, né? alguma coisa da minha ansiedade e da minha anorexia controlada tem super a ver com isso também. eu me vejo hoje sendo uma pessoa que sempre tenta controlar pensamentos ruins ou destacar coisas boas nas pessoas, ainda que não funcione sempre e escape umas coisas meio bestas, juro que me esforço, poderia sim fazer bem mais, admito, mas não faço.

    espero que a demi se recupere logo, de tudo. realmente tem coisas que nunca esquecemos e que precisamos lutar diariamente para vencer, e tá tudo bem, podemos vencer.

    rayASNNES

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, exato, exato! O importante é que a gente tenta se policiar, tenta olhar as coisas boas e destacar apenas elas <3

      Excluir
  37. Muito boa a reflexão Gabi ... Penso que a sociedade hoje em dia não da o valor para devido as pessoas, sempre acha que é fase, que é frescuragem, ou que é leviano. Como você disse não tem cura problemas como esse são lutas constates, são problemas reais que nos perseguem ao longo de nossas vidas e cada dia é uma vitória, o problema que nem sempre nos mostramos fracos e a qualquer recaída somos julgados, mas ontem ela tava bem por que hoje tá assim ... Lamentei o ocorrido com ela, sei o que é ter transtorno psicológicos e acordar falando não e terminar antes do almoço caindo em velhos hábitos, precisamos de um detox na sociedade, de uma nova versão de sentimentos pelas pessoas para que as novas gerações não passe por tantos dilemas que a nossa atual vivencia.
    Boas vibrações sempre para todos nós, que teu post seja luz para muitos e que essa reflexão faça alguma diferença! beijão

    http://www.cherryacessorioseafins.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, sim! Isso de tratar depressão e ansiedade como se fossem frescura acontece muito, é como ignorar que esses são o mal do século, né? Por isso é tão importante falar sobre isso.

      Excluir
  38. Que excelente reflexão... realmente são muitas as palavras e iniciativas utilizadas para evitar o bulling, mas como se costuma dizer "palavras levou-as o vento". Precisamos de ações, de atitudes, de um enorme mudança! É um problema demasiado sério que não é levado a sério.
    Beijinho, Ana Rita*
    BLOG: https://hannamargherita.blogspot.com/ || INSTAGRAM: https://www.instagram.com/rititipi/ || FACEBOOK: https://www.facebook.com/margheritablog/

    ResponderExcluir
  39. Olá Gabriela, tudo bem?

    Excelente texto, muito triste o que aconteceu com essa cantora, espero que ela se recupera, realmente serve de alerta, precisamos pensar no próximo e pensar em receber em troca....bjs.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  40. Oii Gabs! Adorei o seu texto.. eu li algumas notícias sobre a Demi, mas foi tudo tão pra baixo. Realmente parece que ninguém entende. E as pessoas continuam compartilhando notícias e textões sobre empatia e etc, mas tudo isso de forma muito automática. Quando chega na hora de agir, e tratar bem o próximo, ninguém sabe o que é. Gosto muito de posts como o seu, que chamam atenção pro que realmente está acontecendo e do que tem por trás das notícias espetaculistas. Parabéns. Beijos

    www.verdadeescrita.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Automático, é essa a palavra. Parece que fazem só da boca pra fora, né? A gente chegou numa hora que é urgente parar e pensar em tudo isso e agir realmente de forma empática. Tá na hora!

      Excluir
  41. Oii Gabi.
    Eu não chego a ser fã da Demi, mas como uma boa twitteira acompanhei todo drama. De certo modo eu me senti mal e revoltada. Mal porque ela tão nova, não merece passar por isso. Revoltada, porque as pessoas julgam.
    Gostei bastante do teu texto.
    Beijos.

    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compreendo bem esses sentimentos, Jessica. Também me senti assim, viu

      Excluir
  42. Eu li esse post quando saiu mesmo, mas esqueci de comentar, cuidado com a burra. Super concordo com as tuas palavras, Gabs! Muita gente fala de empatia, de 13RW e pipipi popopo, mas na prática fazem diferente daquilo que falaram. Vejo muita gente militando na internet e quando é pra falar mal, por exemplo, da aparência da Larissa Manoela ou do caso da Demi, só falam merda. Obrigada por esse post e por me lembrar disso! Espero que fique tudo bem com a Demi, ela é forte demais. <3
    Inclusive, o post tá nos meus favoritos! <3

    "seja amor. esse é o único antídoto para curar uma geração que está doente de ódio." lindíssima disse tudo.

    Beijos, quebrarosilencio.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EXATO, Mands! Isso da Larissa Manoela é uma boa, e depois ainda dizem que é só brincadeirinha quando claramente é cyberbullying pesado, até porque ninguém sabe como ela se sente lendo essas coisas, né?

      Excluir
  43. Oie Gabs, apesar de não acompanhar a carreira dela de perto, gosto das músicas e fiquei muito triste pelo ocorrido, espero muito que ela se recupere logo.

    Gostei da sua reflexão, vamos sim fazer desse acontecimento uma corrente de amor e distribuir mais elogios e carinho, por que de julgamentos e ódio o munda já está transbordando.

    PS: fiquei super feliz de você ter gostado do meu feed *_* gratidão pelo carinho!

    bjs

    Ariadne ♥
    www.devoltaaoretro.com.br

    ResponderExcluir
  44. Nossa eu não sou fã de Demi, mas não sabia que ela já tina passado por tudo isso. Gostei do que você escreveu, creio que todo mundo de alguma forma já sofreu bullying alguma vez na vida. Sabe que isso machuca, e como doi não entendo porque o ser humano ainda faz isso serio mesmo.

    Bjs

    Jesse lira - www.jesselira.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela passou e passa por muita coisa, é muito complicado :/

      Excluir
  45. Conheço a história dela e acho muito triste. Acho que muitas pessoas ou a maior parte das pessoas já sofreu de bullying nem que fosse apenas uma vez. Eu própria já passei por isso e sei muito bem o quão é difícil superar isso.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Praticamente todo mundo já sofreu bullying (esses comentários são a prova), já virou algo normal pra gente, mas não é, não deveria ser, né? É uma pena que o bullying seja algo tão normal na nossa sociedade, temos que começar a mudar isso logo!

      Excluir
  46. Oie,
    Quando vi a notícia sobre a Demi meio que entrei em choque, ela estava bem ultimamente (aparentemente) e agora infelizmente aconteceu isso. Admiro muito o trabalho dela e sei que ela teve que superar muita coisa também.
    Antes até me perguntava como pessoas como ela, Miley, Lindsay e tantas outras, que tiveram boa educação, dinheiro, fama etc puderam se envolver com coisas assim. Lindsay Lohan foi a queridinha da minha infância e eu vi desabar. Mas isso é só o que vemos por fora, o que a mídia (nem sempre tão fiel) nos mostra, nós são sabemos como foi a vida dessas pessoas, sua infância, como eram tratadas por sua família e tudo mais. E esses sim, são fatores determinantes. Depressão é a doença do século. Bullying também. Ninguém nem nota, mas é. Eu sofri bullying quando criança, e não contava nada a ninguém. Hoje, graças a Deus, não tenho nenhuma consequência disso.
    Adorei seu texto e sua perspectiva. Nós precisamos sempre tomar cuidado com o que falamos ao outro, e o que transmitimos. Espalhar coisas boas, e não palavras ruins.
    Espero de coração que as coisas melhorem para Demi.
    Beeeijoo!!!

    Grazy Carneiro
    Meus Antídotos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela parecia tão bem, né? Isso me preocupa tanto, ela finge tão bem :(. Com certeza, Grazy! A gente que enxerga de fora não sabe de nada, e isso não só sobre os famosos, mas até com as pessoas a nossa volta, né? A gente nunca sabe pelo que o outro tá passando

      Excluir
  47. Gentileza é uma das atitudes mais complicadas de encontrar na sociedade. Infelizmente vivemos em um mundo em que quando fazem contra mim é errado, mas quando eu estou fazendo é "brincadeira". Como pode ser se nem todos estão rindo?
    Educação emocional deveria ser ensinado desde criança. Para que a gente entenda que as coisas são relativas, pessoas tem sentimentos e isso deve ser pensado, que cada um tem uma vivencia...
    O lado bom é que hoje isso é mais conversado. Espero que melhore para as próximas gerações <3

    Apartamento 29

    ResponderExcluir
  48. Oi xuxu, turubom?
    Passando pra te agradecer pela visita e retribuir o comentário. <3
    Tem resenha novinha de O Poderoso Chefão, te convido a conferir!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  49. Olá Gabs! Tudo bem?
    Ahh Eu adoro a Demi também é fiquei bem chateada e preocupada com o que aconteceu. Isso tudo que ela passou é complicado e muita gente passa.. eu mesma já sofri bullying e é muito ruim, mas sempre tive apoio da família e amigos, então isso sempre me ajudou. E a Fé em Deus também :)
    Beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  50. Gabs, que importante dar espaço para falar sobre isto!
    Demi fez parte da minha adolescência e sempre foi uma inspiração para mim.
    Quando acompanhei sobre sua primeira internação pensei: eu não sou fraca. Uma pessoa que tem aparentemente tudo que quero também está sujeita a se sentir mal, isso nos faz humanos, é fruto dessa sociedade, como você disse, tóxica.
    Confio que Demi passará por esta, e espero que esteja em boas mãos e cercada de amigos, familiares e profissionais que deem todo suporte que nossa sociedade não dá.

    beijo
    https://mulherculturaepsicologia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Lud! Ela é um exemplo pra todas nós, né? Certeza que ela supera essa <3

      Excluir
  51. Amo seus textos, sempre falo isso, mas é que é muita verdade haha ♥

    https://heyimwiththeband.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Copyright © 2016 LIKEGABS | Por Gabriela Soares , Blogger